primeira impressão

Você gasta parte do lucro da sua empresa investindo em publicidade.   Quer passar uma boa impressão, contrata uma empresa capacitada para isso (a Penso Mídia, de repente) e tudo parece muito promissor. Mas aí é surpreendido com uma notícia que prejudica parte da efetividade da sua campanha. Como o empreendedor deve proceder?

Tivemos no último dia 29 o acréscimo do nono dígito nos aparelhos de celular da Grande SP. Tal fato afeta, sobretudo, profissionais liberais que utilizam o telefone celular como um dos principais canais de atendimento ao cliente. Para quem costuma divulgá-lo no cartão de visita, por exemplo, lá estará impresso uma informação incorreta ou, se preferir, desatualizada.

Lições de comunicação e imagem

Casos como esse servem para tirarmos algumas lições. A primeira é de que não se deve investir em grandes tiragens, mesmo que o custo-benefício seja afetado. Ainda que a gráfica estimule a impressão de quantidades maiores por um preço melhor, procure uma solução equilibrada para que você não fique impossibilitado de redefinir a arte de seu cartão de visita em um futuro próximo. E acredite, isso é muito importante.

É importante para que o cartão não perca sua capacidade de gerar o interesse visual do cliente, nem fique eclipsado por outro melhor e mais bonito da concorrência.  Lembre-se que todo design tem seu prazo de validade.  A passagem do tempo tira gradualmente a capacidade de impacto do cartão de visitas. E há outros fatores também que justificam sua modernização periódica, como a possibidade de investir em novos formatos, acabamentos e de implementar novidades. O QrCode, por exemplo, era um ilustre desconhecido a três anos, mas hoje é uma tendência irreversível com a popularização dos smartphones.

Preserve sua primeira impressão

Muita gente nessa situação apela para soluções um tanto discutíveis, como a correção manual do número de celular utilizando uma caneta, carimbo ou colando um papel com o novo número sobre o antigo. Não caia nesse amadorismo e aproveite fatos como esse para repensar a forma de se expor para sua clientela. Faça com que a primeira impressão de seu negócio não fique marcada por improvisos. O cliente pode achar que você não se preocupa com a imagem de seu empreendimento.

Aproveite a deixa e relacione-se

A ocasião do nono dígito pode ser uma boa deixa para você relacionar-se com sua clientela. Para isso, utilize a criatividade e construa um argumento inteligente ao ligar como “ligo para que meu novo número fique armazenado em seu telefone. Assim te ajudo a atualizar sua agenda eletrônica”. Acaba soando simpático. Ninguém se ofende por ser ajudado e, ainda por cima, sua marca perde o desbotado do tempo na memória do cliente.

Este relacionamento pode ser realizado por e-mail e redes sociais também, mas nada de se expor demais. Aja de modo a não tornar o discurso chato e repetitivo. Tenha sempre critério e faça com que os canais atuem de forma orquestrada, um complementando o outro.

Procurando uma nova impressão?

A Penso Mídia oferece soluções em identidade visual que realmente buscam despertar o interesse visual da sua clientela. Faça um orçamento com a gente sem compromisso.

Deixe seu Comentário

Who are you?

Sua mensagem