O pós-venda talvez seja um dos conceitos mais batidos e debatidos atualmente no mundo dos negócios. Trata-se de um procedimento que envolve muitas áreas. É, na sua essência, algo que requer esforço conjunto para dar certo

Não querendo puxar a sardinha pro meu lado, mas a parte que cabe à comunicação talvez seja uma das mais importantes. Comunicar-se de modo adequado e oportuno, porém, não garante resultados efetivos. Trata-se de um bom começo e é isso pretendo trazer neste breve artigo.

Ter ‘time’ correto:  isso acontece muito em concessionárias automotivas. O cliente sai da loja e mal dá a partida no carro novo e ele já é abordado por um telefonema perguntando se foi bem atendido. Alguns dias depois recebe alguma correspondência de “boas vindas” ou algo do tipo. Mais algum tempo e começam a oferecerem produtos, serviços e a coisa começa a ficar a chata, bem chata. Ninguém gosta de gente oportunista, que só observa o consumidor como uma fonte de lucros. Ter o ‘time’ certo significa ter respeito também, mantendo contato saudável .Que haja a oferta de algum tipo de serviço mas que este seja ofertado no momento certo para que ele se torne necessário.

Abordagem multimídia: As pessoas hoje em dia não conectadas apenas ao telefone ou ao endereço residencial. Vivem online, em rede. Relacionamento na Internet é, por isso, fundamental. Aqui novamente é importante saber se relacionar. Evite o envio sistemático de e-mails pois pode ser encarado como mais um SPAM chato pelo seu cliente. Do mesmo modo, procure não poluir a timeline das mídias sociais qu seus clientes participam. É muito mais fácil ser inoportuno no mundo online que no off-line, principalmente porque navegar na Internet está relacionado a lazer pra muita gente.

Seja útil depois da venda: Já pensou em como deve ser difícil para um motorista que recém adquiriu um carro flex escolher o melhor combustível. As oscilações de preço são muito rápidas e nem sempre a imprensa dá destaque para o assunto. Voltando ao caso das concessionárias, porque elas não disponibilizam um serviço que, semanalmente, traz ao motorista a melhor opção de combustível? Isso é ampliar a função social da empresa. É fidelizar sem ser chato, mas sendo útil.

Abordagem personalizada: Nada pior do que receber algo que você não pediu, nem precisa. As empresas devem se conscientizar em acertar o alvo, personalizando ao máximo a abordagem para que ela não seja rejeitada. Caso contrário, aquilo que deveria servir como elemento de fidelização pode se tornar elemento de repulsão.

Consulte seu cliente: utilize a comunicação para abordar seu cliente sempre que achar pertinente. Faça dele uma pessoa necessária e utilize as críticas para melhorar. No lançamento de novos produtos, convide-o a experimentar, seja na loja ou por envio à residência.

Precisando melhorar seu pós-venda?

Nós podemos te ajudar. A Penso Mídia trabalha para que a comunicação se torne um elemento estratégico para micro, pequenos e grandes negócios.

Deixe seu Comentário

Who are you?

Sua mensagem