Social commerce é a bola da vez. A expressão é bonita, mas seu significado não tem nada de inacessível a nós mortais

Social commerce diz respeito às novas possibilidades de comercialização de produtos e serviços trazidas pelas redes sociais. Tratei aqui neste blog de alguns estratégias de relacionamento, mas existe ainda a possibilidade de ofertar e comercializar. É nessa saara o que mais entusiasma atualmente é a possibilidade de manter uma loja virtual no Facebook, algo que os especialistas de plantão têm apelidado de F-commerce.  É possível? Sim. É viável? Totalmente.

Trata-se de um segmento em crescimento no Brasil. O Magazine Luiza, por exemplo, divulgou recentemente que irá dedicar boa parte da sua estratégia de vendas dos próximos anos nas redes sociais, incluindo o Facebook.

Mas, e você? Sim, você pode também e o que é melhor: é grátis.  Elejo aqui um serviço gratuito interessantíssimo, chamado Mercado Shops.  Lá você pode criar rapidamente uma loja de seu estabelecimento e integrá-la à sua página no Facebook. O procedimento é relativamente simples, mas é preciso ter pelo menos noções básicas em linguagens de programação de Internet para não passar muitos apuros.

Para ampliar a visibilidade, os vendedores poderão ainda clicar “Curtir” nas ofertas de seus produtos e divulgá-las em seu mural virtual na rede. A funcionalidade é válida para lojas novas e para as já existentes. Para comprar de uma determinada empresa via Facebook o cliente clica no link e é direcionado para a loja virtual no MercadoShops. Ou seja, a “loja” no Facebook funciona como uma vitrine.

Esse é o caminho mais fácil para quem pretende usufruir dessa possibilidade. No entanto, para quem já possui uma loja virtual, existe ainda a possibilidade de integrá-la ao Facebook sem ter o Mercado Shops com intermediário (caso tenha interesse, consulte-nos!).

Vantagens do social commerce

As redes sociais são os novos espaços de convívio. Funcionam como praças públicas e, como tais, agregam os mais diferentes tipos de público e de interesses. O importante e diferente aqui é que a comunicação nessas interfaces são organizadas em rede. A disseminação de algum tipo de conteúdo é muito mais rápida e atinge mais destinatários do que na vida off-line. Desse modo, uma promoção não dependerá do grito do vendedor no meio da praça, mas da criatividade na abordagem, da formação de uma comunidade de interesses fidelizada, sólida e atuante, da escolha certa de horários. Tudo isso poderá levar à viralização da sua campanha promocional, atingindo consumidores que você jamais chegaria sozinho.

Quer deixar com a gente esse trabalho?

Não tem problema, ou melhor, temos sim a solução. A Penso Mídia trabalha junto como micro e pequeno empreendedor integrando-o as novas possibilidades de comunicação, relacionamento e comercialização trazidas pela Internet. Tendo interesse em montar uma loja virtual no Facebook fale com a gente!

Deixe seu Comentário

Who are you?

Sua mensagem